Buscar

O Futuro da Criação de Conteúdo no Futebol

O Hashtag United está de cara nova!


Na última terça-feira (27), por suas redes sociais, o jovem clube inglês, Hashtag United, anunciou sua nova parceira de materiais esportivos, a Hummel International, desbancando a gigante Adidas que foi sua fornecedora pelos últimos 3 anos.


O contrato de 5 anos ainda não teve seus cifrões divulgados, mas uma coisa é clara: a Hummel tomou essa decisão como um passo totalmente estratégico e inteligente. A fornecedora, que já chegou a patrocinar o Tottenham Hotspur, e até o gigante Real Madrid, hoje marca presença em 26 países, mas os únicos relevantes que patrocina são o Everton, tradicional clube da Premier League, e a seleção da Dinamarca.


Essa parceria é uma ótima forma de gerar “awareness” e exposição de marca para as novas gerações, que provavelmente não conhecem a Hummel tanto quanto outros players do mercado, como Puma, Nike e a própria Adidas. Assim, o Hashtag United pode ser a plataforma perfeita para isso.


Àqueles que não conhecem, o Hashtag United é um clube semiprofissional da Inglaterra. Spencer Owen, fundador dos “Tags”, como são chamados, é um youtuber esportivo, que produz conteúdo desde 2013, quando percebeu que existia um espaço muito grande de consumo de futebol por jovens, e que os jogadores não precisavam necessariamente ser bons. Sua forma de comunicação e geração de conteúdo foi integrada de forma totalmente assertiva pelo clube, que também marca presença nos esports.


O clube inglês foi um dos pioneiros a entregar conteúdo OTT (Over The Top) e DTC (Direct-to-consumer), como por exemplo o Hashtag Academy, uma série que começou em 2017 no Youtube, e que mostrava a busca do clube em revelar jovens talentos, que buscavam o sonho de se tornarem profissionais. Hoje, esse modelo ganhou destaque tanto na Amazon quanto na Netflix, e foi até adaptado pelo clube de futebol do Rio de Janeiro, Resende, com o conhecido Cartolouco, e Juninho Manella no São Bento, também como uma forma de gerar conteúdo e notoriedade ao clube.


Essa forma de se comunicar do Hashtag United consolidou uma base de fãs jovens e muito engajados, que podem acompanhá-lo tanto vendo jogos ou séries pelo Youtube, torcer em campeonatos de Fifa pela Twitch, ou comprar suas camisas e produtos em seu site. A prova disso, são seus seguidores nas mídias digitais, como o canal do Youtube, que conta com mais de 500 mil inscritos (quase o dobro do gigante Atlético de Madrid), 474 mil no Instagram e 218 mil no Twitter.


Apesar de ser endêmica, a Hummel encontrou uma forma muito sutil e orgânica de comunicar com esse público, e assim, criar mais valor e ganhar ainda mais visibilidade.


Seria esse o futuro do conteúdo e do relacionamento das marcas nos esportes?

56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Cópia_de_LiGE_Logos-11.png